top of page
  • ElPaPe

VOLTA DA LAGUNA 100 Km - Volta Ciclística ao Redor da Maior Laguna Hipersalina do Mundo

Atualizado: 18 de out. de 2023

Volta Ciclística ao Redor da Laguna de Araruama - A Maior Laguna Hipersalina do Mundo!


Com 57 praias, a Laguna de Araruama, localizada na Região da Costa do Sol do Rio de Janeiro, é o maior corpo de água hipersalina do mundo. Com uma área de 220 km² e um perímetro de 160 km, a laguna é costeada por seis municípios: Araruama, Saquarema, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio e Arraial do Cabo.

Volta da Laguna 100 km - Park Lagos - Largada
Volta da Laguna 100 km

Circundar a Laguna de Araruama pedalando é uma experiência de imersão sensorial inesquecível. Mais que um simples girar dos pedais, o ciclista tem a oportunidade de entrar em contato com a rica cultura, gastronomia e uma biodiversidade exuberante.

Única Ligação da Laguna de Araruama com o mar
Canal do Itajuru - Cabo Frio - Única Ligação da Laguna com o Mar

Belezas Naturais - Um Paraíso na Costa do Sol

Enquanto pedala às margens da Laguna, o ciclista se depara com cenografia espetacular, aspectos ambientais, culturais e gastronômicos que cativam o olhar e tocam as emoções. A laguna é um destino perfeito para o ecoturismo esportivo e de aventura, e disponibiliza aos visitantes o privilégio de conhecer um paraíso de magníficas belezas naturais.

As belas praias de areia branca e águas cristalinas formam o ambiente perfeito para relaxar enquanto se aprecia a cenografia exuberante e são um convite para um bom mergulho e a prática de esportes aquáticos. Pedalar pelos recantos e encantos da Laguna de Araruama deixa marcados na memória os aromas, sabores, saberes, histórias e causos que levaremos por toda a vida.

Laguna de Araruama ao entardecer
Laguna ao Entardecer com Fábrica da Sal Cisne ao Fundo

O ecossistema da Laguna de Araruama contribui para a regulação do clima, preservação da biodiversidade e para a geração de trabalho e renda para os habitantes locais. Essa riqueza de diversidade está ligada a um importante patrimônio cultural, com diversas manifestações artísticas típicas, como a pesca artesanal, o artesanato, a produção de sal e seus subprodutos, como a famosa flor do sal e o cloreto de magnésio.


Conhecida como “Caviar dos Sais Marinhos”, a flor de sal é um tipo de sal marinho.

A flor de sal contém mais minerais que outros tipos de sal, pois não passa por qualquer método de refinamento, processamento ou adição de componentes químicos e artificiais durante o seu processo de produção.

Além de conter menos sódio se comparada a outros sais, ela ainda figura como um dos tipos mais puros e saudáveis que existem. Também vale saber que, junto com uma dieta equilibrada e hábitos saudáveis, a flor de sal pode ser benéfica ao organismo por ser fonte natural de alguns minerais, como:

  • Cálcio;

  • Cobre;

  • Ferro;

  • Flúor;

  • Iodo;

  • Manganês;

  • Potássio;

  • Sódio;

  • Zinco.

A ​flor de sal é um tipo de sal que favorece o equilíbrio da pressão arterial, facilita a absorção de nutrientes e previne problemas na tireoide, porque é rico em minerais como magnésio, sódio, iodo e potássio.

Esse tipo de sal tem uma textura crocante e um sabor intenso, sendo geralmente usado como tempero final em preparações como chocolate, mousse, carnes, peixe e saladas.


A salinidade da água da Laguna de Araruama é de 52%. Ou seja, ela é uma vez e meia mais salgada do que a água do mar. O fenômeno ocorre porque a Laguna recebe mais água do oceano do que água doce, e como o clima da região é semiárido, a evaporação aumenta a sua concentração de sal, tornando-a hipersalina.

Tainha frita
Tainha Frita

A gastronomia dos pescadores é muito apreciada e utiliza peixes variados e frutos do mar frescos, como o camarão, a tainha, carapeba, saúba, carapicu, perumbeba, entre outros.


Estima-se que a extração do sal na Laguna seja uma atividade milenar. Historiadores afirmam que os índios Tamoios utilizavam o sal para a conservação dos alimentos e também para fins medicinais.

Museu do Sal São Pedro da Aldeia RJ
Museu do Sal - São Pedro da Aldeia

A extração do sal já foi uma das principais atividades econômicas dos municípios que cercam a Laguna de Araruama. Atualmente, apenas 20 salinas são operadas por uma cooperativa de pescadores e produzem 15 mil toneladas de sal, gerando trabalho e renda para centenas de famílias.

O Museu do Sal, localizado às margens da RJ 140 em São Pedro da Aldeia, conta com importante acervo histórico que ilustra a trajetória da exploração do sal na Costa do Sol.

UVA - Alunos da Engenharia Civil e Ambiental
Monitoramento da Água da Laguna de Araruama

Diversas organizações e instituições estão monitorando a qualidade da água da Laguna de Araruama. O monitoramento inclui a coleta e análise de amostras de água, bem como o estudo do lodo residual proveniente dos processos de tratamento de água.

Algumas das organizações envolvidas no monitoramento são a Prolagos, empresa de água e esgoto, e a Universidade Veiga de Almeida (UVA), que conta com alunos dos cursos de Engenharia Civil e Ambiental participando do monitoramento.

O monitoramento visa avaliar os aspectos físicos e químicos da qualidade da água, como salinidade, pH, presença de algas, entre outros.

Os resultados do monitoramento são utilizados para subsidiar processos de tomada de decisão relacionados ao manejo e conservação do ecossistema lagunar, trazendo segurança para população e turistas que usufruem das águas da Laguna de Araruama.

A próxima edição da Volta da Laguna promete muitas ótimas surpresas para os participantes!

Continue treinando, chame o(a)s amigo(a)s e vamos bater o recorde de ciclistas que se desafiarão pedalando ao redor da Laguna!

E quando vier pedalar na próxima edição da Volta da Laguna 100 Km, aproveite para conhecer mais de perto este importante patrimônio natural, cultural e econômico da Costa do Sol: a Laguna de Araruama.


Imprensa:

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page